BrasilPolêmicaPolítica

Alexandre de Moraes e STF quer impedir protestos de 07 de Setembro na marra

A operação ordenada pelo ministro Alexandre de Moraes nesta sexta-feira (20/08) tem como objetivo inviabilizar os protestos de 07 de setembro.

Além do cantor Sérgio Reis e do deputado federal Otoni de Paula, Moraes expediu mandados de busca e apreensão contra outras 11 pessoas envolvidas no planejamento dos protestos do dia 7 de setembro. Suas identidades, porém, ainda não foram divulgadas.

São ao todo 29 endereços relacionados a esses alvos nos estados de SP, Rio, Santa Catarina, Mato Grosso, Ceará, Paraná e no Distrito Federal.

A Polícia Federal já cumpriu buscas no gabinete do deputado Otoni de Paula em Brasília e também em sua residência no Rio (RJ). Além disso também foi invadida a casa de Sérgio Reis, em Mairiporã (SP).

O objetivo justificado seria o de apurar “eventual cometimento do crime de incitar a população, através das redes sociais, a praticar atos violentos e ameaçadores contra a democracia, o Estado de Direito e suas instituições, bem como contra os membros dos Poderes”.

Sérgio Reis entrou na mira do Supremo depois que gravou áudio convocando uma paralisação de caminhoneiros, com bloqueio de estradas e invasão do Senado, para pressionar pela deposição dos 11 ministros do STF.

O deputado Otoni de Paula, investigado desde o ano passado por supostos ataques e ofensas a ministros do Supremo, foi ao Twitter defender a realização de protestos no dia 07 de setembro com “pauta única”.

Otoni fez uma live nesta manhã em que afirmou que vivemos “num estado de exceção” e chamou Moraes de “tirano”. “Não temos medo da tirania, seja ela de quem for, inclusive, do senhor tirano, ministro Alexandre de Moraes. Que vergonha”.

FONTE: NOVAIGUACU24H.COM.BR

Mostrar mais

Redação

O Extra Paraíba é um portal de notícias e entretenimento, aqui você estará sempre atualizado com as últimas notícias do Brasil, mundo e da Paraíba em geral.

Leia Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios