DestaquesLegislativoParaíba

Comissão da ALPB aprova projeto que incentiva uso de biodigestores nas escolas públicas da Paraíba

Os deputados membros da comissão também aprovaram o projeto de lei 4.174/22, de autoria do deputado Eduardo Carneiro, que classifica o Município de Pitimbu como “Capital Paraibana da Lagosta”.

A Comissão de Desenvolvimento, Turismo e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) se reuniu, na tarde desta segunda-feira (3), e aprovou o projeto de lei 41/2023, de autoria do deputado Felipe Leitão, que institui o programa ‘Paraíba Mais Verde’ nas escola públicas estaduais do Estado da Paraíba.

De acordo com a propositura, o objetivo é o incentivo a utilização de biodigestores nas escolas públicas estaduais da Paraíba.

O biodigestor, segundo o parlamentar autor da matéria, é um equipamento que produz, além do biogás, o biofertilizante líquido. “Assim, cascas, sementes, bagaço de frutas e restos de legumes deixam de ir para o lixo comum e geram o biogás, que retorna para o fogão no preparo da merenda, substituindo a compra de botijões de GLP. O biodigestor pode ser usado, ainda, para o tratamento de esgoto em escolas que ainda não têm saneamento básico”, ressaltou Felipe Leitão.

Os deputados membros da comissão também aprovaram o projeto de lei 4.174/22, de autoria do deputado Eduardo Carneiro, que classifica o Município de Pitimbu como “Capital Paraibana da Lagosta”.

Ele explicou que é importante destacar a produção de lagosta na cidade. “Em média de 100 mil toneladas no período da pesca que normalmente se inicia em maio e termina em novembro.

Outro fato importante é a realização da Festa da Lagosta da cidade, que já entrou no calendário turístico e que além de movimentar a economia, atrai uma multidão de turistas”, disse Eduardo Carneiro.

Também foi aprovado o projeto de lei 4.140/22, do deputado Chió, que dispõe sobre a criação da área de proteção ambiental estadual denominada fazenda tanques localizada no município de Remígio às margens da BR-104. E o projeto 4.139/22, também de Chió, que dispõe sobre a criação da área de proteção ambiental estadual denominada pedra da letra nos limites dos municípios de Remígio e algodão de Jandaíra.

Estavam presentes na reunião os deputados Eduardo Carneiro (presidente da comissão), Camila Toscano, George Morais e Michel Henrique.

Mostrar mais

Redação

O Extra Paraíba é um portal de notícias e entretenimento, aqui você estará sempre atualizado com as últimas notícias do Brasil, mundo e da Paraíba em geral.

Leia Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios