Política

ELEIÇÕES 2022: Governador João Azevedo não garante PP na majoritária

O pedido por uma vaga ao partido foi feito pelo prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, que é um dos principais aliados do governador e membro do Progressistas.

O governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), não garantiu espaço para o Progressistas na sua chapa majoritária nas eleições do ano que vem, quando será candidato à reeleição ao Governo do Estado. O pedido por uma vaga ao partido foi feito pelo prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, que é um dos principais aliados do governador e membro do Progressistas.

“Não. De minha parte, nós não estamos montando chapa. De forma nenhuma neste momento. Estamos muito longe do processo eleitoral e estamos ainda com indefinições. Sequer sabemos o formato das eleições no próximo ano: se vamos ter Distritão, se vai ser nos moldes de hoje, se vamos ter retorno de coligações ou pelo menos de consórcio de partidos. Ou seja, ainda há uma indefinição, uma interrogação muito grande com relação a isso”, desconversou.

Em entrevista ao programa ‘Arapuan Verdade’, na última terça-feira (25), onde deu as declarações, João lembrou que vários partidos estão fazendo a mesma movimentação que o Progressistas e entendeu que é um processo natural, porém, para ele, formação de chapa não é uma pauta prioritária.

“O Progressistas pleitear, mostrar que tem tamanho para estar na chapa ou até com a candidatura própria, isso é um processo natural. Mas é um processo de construção de cada um – a exemplo de outros partidos que estão também preparando e pavimentando caminhos com a disputa para 2022. Entretanto, essa não é uma pauta que seja prioritária para este momento”, afirmou.

Fonte: RepercutePB/Feliphe Rojas

Mostrar mais

Redação

O Extra Paraíba é um portal de notícias e entretenimento, aqui você estará sempre atualizado com as últimas notícias do Brasil, mundo e da Paraíba em geral.

Leia Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios