Paraíba

Ex-funcionários do Mussulo Resort esperam receber direitos trabalhistas há mais de 2 meses, após Justiça realizar leilão

A venda judicial do Resort Mussulo já foi efetivada, mas a justiça do trabalho espera a boa vontade do comprador em emitir-se na posse do imóvel para liberar o dinheiro a cada trabalhador

Todos os ex-funcionários do Resort aguardam ansiosamente que a justiça do trabalho da Paraíba (TR13) se sensibilize e dê maior celeridade na execução dos processos, pois uma das partes mais difíceis foi realizada, que era vender o imóvel, agora só falta a justiça liberar o pagamento dos funcionários que já receberam suas sentenças.

Boa parte dos ex-funcionários ainda estão desempregados e dependem do pagamento desses direitos trabalhistas para pagarem suas contas e continuarem suas vidas, existem ainda uma minoria doente que dependem desse dinheiro para ajudar em parte de seus tratamentos médicos, entretanto cofiando na competência do TR13-PB acredita-se que boa parte dos ex-funcionários receberão ainda esse ano os seus direitos trabalhistas, afirmou o advogado de alguns ex-funcionários.

Entenda o caso

A justiça do trabalho da paraíba (TRT13-PB) realizou o leilão do Resort Mussulo no dia 06 de agosto de 2020. O juiz do trabalho Lindinaldo Marinho, da Central Regional de Efetividade do Tribunal do Trabalho da Paraíba (13ª Região), assinou o auto de arrematação no processo 0000148-64.2017.5.13.0022 relativamente à venda judicial do imóvel denominado “Condomínio Residencial Mussulo Beach Resort”. O bem compreende terreno com uma área total de 85.147,25 m², 102 unidades habitacionais e diversas áreas comuns.

O imóvel foi arrematado pela empresa Alliance João Pessoa 23 Construções – SPE Ltda., que ofereceu o maior lance, compreendendo a quantia de R$ 7.540.000,00, sendo R$ 1.850.000.00 a título de sinal de entrada e o saldo divido em 30x parcelas mensais atualizadas monetariamente pelo IPCA-E, permanecendo o imóvel hipotecado até a quitação da dívida.

O valor da venda do imóvel destina-se à quitação das dívidas trabalhistas de cerca de 200 processos ajuizados por ex-funcionários do Resort, em tramitação perante o Tribunal do Trabalho da Paraíba.

Etiquetas
Mostrar mais

Leia Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios