DestaquesParaíba

João Azevêdo prestigia artesãos paraibanos na abertura do 17º Salão do Artesanato Nacional em Brasília

O evento segue até domingo (12), das 10h às 22h, no Shopping Pátio Brasil, e tem entrada gratuita. 

O governador João Azevêdo prestigiou, nesta quarta-feira (8), a abertura do 17º Salão do Artesanato Nacional, em Brasília, que conta com a participação de 10 artesãos paraibanos que comercializam produtos nas mais diversas tipologias, dentre elas renda renascença, labirinto, escamas de peixe, crochê e algodão colorido. O evento segue até domingo (12), das 10h às 22h, no Shopping Pátio Brasil, e tem entrada gratuita. 
 
Na ocasião, o chefe do Executivo estadual ressaltou o compromisso do Governo do Estado de fortalecer o segmento. “O artesanato paraibano está mais uma vez na vitrine nacional, representando uma grande oportunidade de comercialização, de encomendas, fomentando a economia criativa, o empreendedorismo de um setor que, além de manter viva a nossa tradição cultural, gera emprego e renda, melhorando a qualidade de vida de muitas famílias. A nossa gestão não mede esforços para garantir a participação de nossos artesãos em grandes feiras nacionais e temos investido fortemente nos Salões de João Pessoa e Campina Grande, uma demonstração do nosso respeito e valorização a quem faz parte da nossa história”, frisou. 
 
A primeira-dama e presidente de honra do Programa do Artesanato Paraibano (PAB), Ana Maria Lins, destacou a oportunidade que os artesãos terão de divulgar e realizar novos negócios. “Aqui estão expostos grandes trabalhos produzidos pelos nossos artesãos, a exemplo da renda renascença, que fez Monteiro e o nosso Cariri conquistarem reconhecimento internacional, nosso artesanato também foi reconhecido pela Unesco, e estamos vivendo um grande momento nesse segmento graças ao olhar atencioso do governo que tem prestado todo apoio ao nosso artesanato, fazendo com que nossa arte chegue cada vez mais longe”,’ comentou.
 
A artesã Joselma Alves, do município de Cabedelo, que trabalha com as tipologias escama de peixe, concha e couro, está otimista com as vendas no Salão Nacional. “É uma satisfação representar o meu estado, mostrando o nosso trabalho diferenciado. Essa é mais uma oportunidade de vendas, de encomendas e de divulgação do que nós temos de melhor e tenho uma expectativa muito grande nesse segundo ano de feira que participo em Brasília”, declarou. 
 
Os estandes do 17° Salão do Artesanato de Brasília, que tem como tema “Mãe de Todas as Artes”, têm 40 m² de área e foram adquiridos pelo Programa Brasileiro de Artesanato (PAB), que repassou o espaço para os estados que confirmaram também os investimentos — incluindo transporte dos produtos via terrestre e toda a logística de mobilização dos artesãos, além de técnicos para coordenar o espaço durante a montagem, execução e desmontagem do evento.
 
A organização estima uma movimentação de negócios comercializados, nestes cinco dias de feira, em torno dos R$ 4 milhões. Já a expectativa de público que deve passar pelo 17º Salão do Artesanato de Brasília é de 60 mil pessoas, que vão poder apreciar cerca de 80 mil peças nas mais diversas tipologias.
 
Os auxiliares da gestão estadual Deusdete Queiroga (secretário da Infraestrutura e dos Recursos Hídricos), Wilson Santiago (secretário da Representação Institucional), Adauto Fernandes (secretário executivo da Representação Institucional) e Ronaldo Guerra (chefe de Gabinete do Governador) estiveram presentes.

Mostrar mais

Redação

O Extra Paraíba é um portal de notícias e entretenimento, aqui você estará sempre atualizado com as últimas notícias do Brasil, mundo e da Paraíba em geral.

Leia Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios