BrasilDestaquesSaúde

Morre vereador e cantor gospel Irmão Lázaro, vítima de complicações da covid-19 na Bahia

Irmão Lázaro estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), de um hospital particular no município de Feira de Santana, desde 25 de fevereiro.

O vereador de Salvador, Irmão Lázaro (PL) faleceu na noite desta sexta-feira (19), vitima da Covid-19, em Feira de Santana.

Irmão Lázaro estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), de um hospital particular no município de Feira de Santana, desde 25 de fevereiro.

Seu último boletim médico, afirmava que quando é estável era possível observar leves melhoras. As funções renais e cardíacas permaneciam normais, no entanto, o quadro respiratório era considerado delicado e inspirava cuidados, além da necessidade de uso de ventilação mecânica.

Irmão Lázaro foi diagnosticado com a Covid-19 no dia 15 de fevereiro de 2021 e desde então fazia o tratamento em casa. No entanto, no dia 22 de fevereiro, ele sentiu desconforto, febre e procurou o médico. Ao chegar no hospital, foi comprovado que ele estava com metade dos pulmões comprometidos e ele ficou internado em um leito clínico. Três dias depois, precisou ser transferido para UTI.

“Hoje a pessoa mais importante da minha vida se foi, o homem que eu mais amei e continuarei amando o resto da vida!!”, anunciou a filha do político e artista gospel.

Irmão Lázaro tem 54 anos e iniciou sua carreira como cantor da banda Olodum. Posteriormente, ele se converteu e consolidou sua carreira artística na música gospel. Ex-deputado federal e ex-candidato ao Senado, o político estava em seu primeiro mandato na Câmara Municipal de Salvador (CMS).

Ainda não há informações sobre local e horário do sepultamento.

Mostrar mais

Redação

O Extra Paraíba é um portal de notícias e entretenimento, aqui você estará sempre atualizado com as últimas notícias do Brasil, mundo e da Paraíba em geral.

Leia Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios